sábado, 17 de outubro de 2009

André Barbosa, presidente do PT de Macaé – 520

O projeto nacional do Partido dos Trabalhadores será colocado a prova no próximo ano. As eleições gerais em 2010 significarão a reafirmação ou não do caráter militante e ideológico do partido. A chegada do PT à presidência da República abriu duas novas discussões no contexto partidário: alianças com partidos distantes dos valores ideológicos do PT e quebra de princípios da democracia interna petista.

Para enfrentar essas grandes discussões que o PT trava pelo tamanho e importância política no cenário municipal, regional, nacional e internacional, é fundamental entender o peso político e estratégico de Macaé e do PT na cidade. O nome para a presidência do Partido dos Trabalhadores em Macaé deve ter vários compromissos: Conhecer o PT, para ter capacidade de dialogar e ser respeitado pelas diversas forças existentes no interior do partido. Resgatar valores e princípios que motivem a militância de base a trabalhar por ideal e não interesse em cargos ou funções públicas. Fortalecer o PT no município de Macaé é lutar para ter de volta um partido com legitimidade para ser oposição ao populismo e aos desmandos dos governos Mussi e Teixeira.

No caráter estadual, nosso presidente deve fazer as leituras políticas corretas e ser capaz de denunciar a violência policial, o descaso com a saúde e a educação pública, inclusive com ataques violentos a movimentos de professores como vistos durante o mês de agosto; além da vacilante política ambiental.

Um presidente que honre o PT deve ser capaz de ressaltar os avanços inegáveis do Governo Lula e criticar as posturas governamentais que contrariam as grandes bandeiras de luta que o partido sempre defendeu.

Apresentamos e defendemos o nome a presidente de André “Au-Au” Barbosa, pela sua história de militância nos movimentos estudantil e popular, pela sua dedicação aos princípios democráticos e progressistas, pela sua coerência entre o discurso e ação e o papel fundamental na articulação política da campanha e mandato do único vereador petista Danilo Funke.

Servidor público concursado, várias vezes dirigente partidário, desempenha, hoje, a função de secretário geral do Partido dos Trabalhadores. Sempre se colocou à disposição dos movimentos sociais, da organização partidária e do diálogo com as forças que buscam transformação social.

É a opção da mudança dos rumos do partido. É o voto para o PT de Macaé voltar a caminhar com cabeça erguida, respeitando seus filiados e construindo o projeto petista para Macaé e macaenses. Um companheiro com experiência partidária e militante que colocará o PT de volta a sua trajetória de debates e construção interna de forma democrática.

No dia 22 de novembro vamos dizer novamente que ainda acreditamos nas mudanças que o PT sempre defendeu e queremos aprofundá-las em Macaé, no Estado do Rio e no Brasil. Por tudo isso, vamos todos dizer em uma só voz “Tô vendo uma Esperança” e André “Au-Au” Barbosa na presidência. Queremos o PT Militante, Dirigente e Socialista! Queremos o PT para os petistas!

Apresentam esta candidatura: Ivânia Ribeiro, Danilo Funke e Marcel Silvano

AFRO-BLOG'S