segunda-feira, 23 de novembro de 2009

PT elege novas diretorias na região

Sul Fluminense

O PT realizou ontem (22), em mais de quatro mil municípios, sua quarta eleição direta para escolher os novos dirigentes partidários em todo o Brasil. Embora boa parte dos votos ainda esteja sendo contabilizada para determinar os presidentes do diretório Nacional e Estadual, na região os resultados para os presidentes municipais já foram divulgados.

Em Volta Redonda, três chapas concorreram. Foram as encabeçadas por Dejair Martins, Lincoln Botelho e Nilson Carneiro. No entanto, quem levou a presidência do partido na cidade foi Dejair, que atualmente é o presidente do Sindicato da Construção Civil e teve apoio da deputada federal Cida Diogo. Dejair teve 720 votos. Os outros candidatos ficaram com 466 (Lincoln) e 90 votos (Nilson). A cidade tem quatro mil filiados, no entanto apareceram para votar 1,3 mil pessoas.

Em Barra Mansa, a disputa também foi acirrada. Concorriam à presidência Jose Maurício, Maria da Penha e José do Carmo. A eleita para presidir o partido na cidade foi Maria da Penha, que recebeu 249 dos 434 votos válidos. José do Carmo ficou com 125 e José Maurício com 60 votos. Os votos em branco e nulos somaram 49.

Em Resende, quem ficou com a presidência do partido foi Rogério Coutinho, cuja chapa foi a única a se candidatar. Ele recebeu a totalidade dos votos, que na cidade foram 60. O município quase não fez quorum para que houvesse votação. Era preciso que ao menos 15% dos filiados da cidade fossem às urnas, o equivalente a 56 pessoas. Resende tem 300 filiados.

Os novos presidentes dos diretórios administrarão a legenda de 2010 a 2012.

Estado

Para a presidência do Diretório Estadual quem está na frente até o último resultado parcial é o deputado federal Luiz Sérgio. No entanto é possível que a disputa vá para segundo turno. Além de Luiz Sérgio, concorrem ao cargo Taffarel, Waldeck Carneiro, Lourival Casula e Bismack Alcântara.

PED

O PT é o único partido brasileiro a eleger diretamente sua direção em todos os níveis. Essa foi a quarta eleição direta do partido (2001, 2005, 2007 e 2009). Estiveram aptos a votar 1,3 milhão de filiados. No Rio, são 115 mil filiados, mas somente 15% desse montante compareceram à votação.

Ao todo se inscreveram para a eleição oito chapas nacionais e seis candidatos a presidente nacional, 155 chapas e 105 candidatos a presidente estadual e aproximadamente seis mil chapas municipais. Foram 120 mil filiados participando de chapas nos vários níveis e órgãos, quase 10% do total de filiados aptos.

A eleição ocorreu de maneira simultânea em todo o país, das 9h às 17h.
Fonte: Diário do Vale on line

AFRO-BLOG'S