quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Participe da oficina de capacitação de uso do CIRANDAS, o seu espaço da Economia Solidária na internet!

A oficina será oferecida em dois momentos: 1. Durante o Fórum Social de Economia Solidária, em Santa Maria: dia 24, pela manhã (9h às 12h30), ministrado por Pedro Jatobá (BA) e Luiz Felipe (SC) - sala a confirmar; 2. Durante o Fórum Social 10 Anos, em Canoas: dia 28 à tarde (14h às 18h), ministrado por Daniel Tygel (DF) - sala a confirmar


Para avançarmos na alteração do atual modelo de desenvolvimento, uma das estratégias concebidas pelo movimento de Economia Solidária é a articulação econômica em redes e cadeias de produção, comercialização e consumo solidários, o que envolve muitos desafios e necessidades, dentre eles o acesso a informações fáceis de se utilizar e de se alimentar. Normalmente, este tipo de informação está disponível somente a grandes empresas, que desenvolvem sistemas complexos de informação totalmente fechados de uso exclusivo para sua sede e filiais..

É justamente no anseio de construir sistemas de informação voltados para os atores da Economia Solidária (empreendimentos solidários, consumidores, entidades e articulações e redes) que surgem alternativas, como o Solidarius (www.solidarius..com.br) e o CIRANDAS (www.cirandas.net), cada um com suas especificidades e complementaridades.

O CIRANDAS é um sistema para a Economia Solidária desenvolvido pelo Fórum Brasileiro de Economia Solidária (FBES) que usa como base inicial de dados os mais de 20 mil empreendimentos solidários mapeados entre 2005 e 2007 pela SENAES em parceria com o FBES. Este sistema é uma poderosa ferramenta que mistura 4 características fundamentais:

Por um lado, é uma rede social (como Orkut, Ning ou Facebook), em que qualquer pessoa que simpatiza com a Economia Solidária ou participa do movimento pode ter seu blog, colocar seus eventos, se relacionar com amigos, se comunicar e montar comunidades virtuais de diferentes temas, setores econômicos ou lugar geográfico (experimente: para criar sua conta, basta clicar em "novo usuário" em www.cirandas.net);

Por outro lado, o CIRANDAS oferece ferramentas para empreendimentos solidários e para consumidores coletivos e institucionais: cada empreendimento tem seu próprio site, e pode interagir com outros empreendimentos, descobrir fornecedores solidários para seus produtos ou serviços, encontrar empreendimentos parecidos para se articular em rede para ganho de escala ou troca de experiências e aprendizados, ou então encontrar outros empreendimentos que usam seus produtos como insumos para montagem de cadeias solidárias. Para mais informações, veja: http://cirandas.net/ajuda/futuro/futuro-do-cirandas-o-que-vem-por-ai

Além disso, a estrutura do CIRANDAS oferece espaços temáticos, territoriais e econômicos que possibilitam a existência de portais específicos dentro do sistema. Por exemplo, o "Espaço da Agroecologia", ou o "Espaço do Artesanato", ou o "Espaço do Amapá", entre outros, em que aparecem as pessoas, os eventos, os documentos, os artigos e comunidades que se relacionam com o tema específico!

Por fim, o CIRANDAS se baseia no princípio da integração entre sistemas, ou seja, de buscar sempre que possível dialogar com outros sistemas, seja oferecendo informações (o farejador, por exemplo: www.fbes.org.br/farejador), seja utilizando informações ou ferramentas de outros sistemas (o sistema de intercâmbios solidários desenvolvido pelo Solidarius, por exemplo).

O CIRANDAS tem a meta de ser fácil e intuitivo usar, por qualquer pessoa, de qualquer empreendimento, grupo ou organização. Participe desta ciranda! www.cirandas.net .

A oficina será oferecida em dois momentos:

1. Durante o Fórum Social de Economia Solidária, em Santa Maria: dia 24, pela manhã (9h às 12h30), ministrado por Pedro Jatobá (BA) e Luiz Felipe (SC) - sala a confirmar

2. Durante o Fórum Social 10 Anos, em Canoas: dia 28 à tarde (14h às 18h), ministrada por Daniel Tygel (DF) - sala a confirmar

A oficina é voltada especialmente para trabalhadores e trabalhadoras de empreendimentos solidários e outras pessoas que estejam simplesmente curiosas ou que se interessem em se tornar "cirandeiras/os", ou seja, formadoras/es de CIRANDAS em sua comunidade, bairro, organização ou cidade, para construirmos um grande mutirão de apoio aos empreendimentos solidários que vão ativar seus sites.

Abraços,

daniel tygel
secretaria executiva do
Fórum Brasileiro de Economia Solidária

AFRO-BLOG'S