sexta-feira, 16 de abril de 2010

Clube Social Negro

Clube Social Negro por definição do nosso poeta Negro Oliveira Silveira são“Espaço associativo do grupo étnico afro-brasileiro, originário da necessidade de convívio social do grupo, voluntariamente constituído e com caracter beneficente, recreativo e cultural, desenvolvendo atividades num espaço físico próprio.” A nossa mestre Giane Vargas Escobar já descreve como lugares de memória, resistência negra, patrimônio e potencial. Ao longo de quatros anos estamos nos organizando, fazendo articulações, nos conhecendo enfim. O Rio Grande foi para o segundo Encontro Nacional com muita expectativa que suas necessidades seriam resolvidas se não na sua totalidade, parte dela. Aqui devemos fazer uma reflexão. A proposta do Movimento Clubista é uma proposta politica de reparação histórica ou proposta baseada na reforma das estruturas físicas dos nossos Clubes?. Qual é a real participação da comunidade e relação ao projeto dos Clubes Negro ela sabe que existe, qual sua opinião a respeito?. Temos a convicção que se arrumarmos a estruturas físicas dos Clubes os associados e a comunidade retornam ao Clube e ajudam a sustenta-lo ou não?.. O que estamos fazendo para que nossa comunidade assuma responsabilidade e perservar o que e dela por direito estamos desenvolvendo o censo de propriedade.

Dirigentes Clubistas e comunidade não dá só teorizar sei disto, porem os fundamentos são os princípios básicos para tornarmos algo sustentável o imediatismo mesmo que no primeiro momento pareca uma solução mais adequada, na verdade não é duradouro é frágil . Somos talvez a quarta geração desta historia cabe a nos a perservação destes espaços de resistências e buscar o reconhecimento deste espaços que são territórios a que se pensar um pouco mais em solução duradora, mesmo que pareça impossível pois nossas necessidades parecer ser imediatas, claro que não devemos esquece-las porem não pode ser a base de tudo. O momento é decisão para onde queremos caminhar, necessitamos ser maduros não vender nosso projeto, devemos sim construir parcerias que aposte e reconhece o nosso projeto e hipótese nenhuma devemos perder nossa autonomia, mesmo que isto possa parecer que resolveria nossos problemas, faz necessário nos posicionar fortemente a tudo isto.  Construir o futuro não é relegar o passado devemos avançar no reconhecimento o projeto de memorias e fundamental  entender e copreender este deve ser os pilares de nossa construção.

Clube Sociais Negros Quilombos Urbanos? Clube Sociais Negros comunidades Tradicionais?

Como proposta final  pratica sugiro que estes dois últimos apontamentos

busquemos parceria junto a Associação de Pesquisadores Negros, conforme deliberação da Carta de Sabará para fundamentar nosso pleito. 
--
Rubinei Silva Machado
telefone: 53 - 84074366    53 - 84074366 email: rubinei53@gmail.com

mensagem:
Quando duas mãos  se encontram refletem uma sombra da mesma cor.

AFRO-BLOG'S