quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Seminário Importância da POLOP na história contemporânea do Brasil

O Seminário Importância da POLOP na história contemporânea do Brasil pretende debater os depoimentos e posições de ex-militantes de diferentes fases da trajetória dessa organização revolucionária nas lutas de classe, entre a data de sua fundação, em janeiro de 1961, e sua dissolução no Partido dos Trabalhadores (PT), em 1985.

A unidade do grupo conhecido pela sigla POLOP se deu inicialmente em torno da condenação à política de colaboração de classes liderada pela esquerda oficial, sob hegemonia do Partido Comunista Brasileiro (PCB), da definição do Brasil como país capitalista e da defesa do caráter socialista da revolução, cuja força motriz teria de ser o proletariado industrial. A advertência da POLOP quanto aos limites da legalidade burguesa, à política de colaboração de classes e ao golpe militar em marcha, e sua crítica ao caminho pacífico da revolução, influenciaram a chamada esquerda revolucionária nascida das cisões do PCB após abril de 1964.

Ao longo dos anos seguintes, a POLOP procurou desenvolver e tirar consequência prática das posições revolucionárias, com destaque para a estratégia da mobilização independente e oposta, política e ideologicamente, do proletariado em relação à burguesia, e, nesse processo, da organização do partido revolucionário. O enfrentamento da estrutura sindical atrelada ao Estado foi um desafio proposto cuja solução continua em aberto. Diversas questões estiveram vinculadas a essa, do ponto de vista do objetivo revolucionário, como as da natureza de classe do Estado e da democracia, da cooperação antagônica nas contradições interburguesas, das palavras de ordem de transição, preparando o proletariado para a conquista do poder, e da relação entre a luta armada e a luta de classes. O Programa Socialista para o Brasil, aprovado no IV Congresso da POLOP, em 1967, sintetizou esse conjunto de concepções.

As condições gerais de luta durante a ditadura militar, por um lado, e a nova conjuntura marcada pela redemocratização do país, por outro, na qual se destacam a formação do PT e a organização da Central Única dos Trabalhadores, também serão abordados durante o seminário, quando se comemoram os 50 anos de fundação da POLOP.

Promoção: Centro Victor Meyer e Arquivo Nacional

Local: Arquivo Nacional • Praça da República, 173 • Rio de Janeiro • RJ

Data: 29 de março de 2011

Inscrições: pi@arquivonacional.gov.br

AFRO-BLOG'S