segunda-feira, 20 de junho de 2011

ABDIAS: UMA PERDA PARA O BRASIL



Abdias: uma perda para o Brasil
por Ivan Alex*




A morte de Abdias Nascimento é para nós, negros, como o apagar de uma luz que sempre brilhou em favor dos afrodescendentes e que abrilhantava a galeria dos grandes heróis da história deste país. “Sem Abdias, perde não só o Movimento Negro, mas também o Brasil, que fica sem um referencial da percepção da realidade do negro no País, que ele tinha e que sempre nos mostrava nas suas escritas, na sua arte, no seu comportamento”, afirmou o deputado federal Valmir Assunção (PT-BA), em pronunciamentona Câmara Federal.




Abdias do Nascimento nasceu em Franca, São Paulo, em 14 de março de 1914. Foi professor Emérito da Universidade do Estado de Nova York, e fundou a cadeira de Cultura Africana no Novo Mundo no Centro de Estudos Porto-riquenhos. Bacharel em Economia, Universidade do Rio de Janeiro, 1938, teve vários títulos, dentre os quais o de Doutor Honoris Causa das universidades do Estado do Rio de Janeiro, em 1993, e da Universidade Federal da Bahia, em 2000. Foi deputado federal, de 1983 a 1986, e foi também senador da República, de 1991 a 1999, pelo Rio de Janeiro.




Em 2009, graças a um projeto de Valmir Assunção, então deputado estadual, Abdias do Nascimento recebeu da Assembléia Legislativa a Bahia o título de cidadão baiano. Da sessão especial participaram personalidades ligadas às lutas sociais, como a secretária da Promoção da Igualdade Racial na Bahia, Luíza Bairros, o ex-governador Valdir Pires, o presidente da Assembléia Legislativa, Marcelo Nilo, o vice-prefeito de Salvador, Edvaldo Brito, a esposa de Abdias, Elisa Larkin, a Ialorixá, Mãe Stela de Oxossi do Ilê Axé Opô Afonjá, Elói Ferreira, da Seppir, a presidente do Conselho de Desenvolvimento da Comunidade Negra, Vilma Reis, o presidente do Ilê Ayê, Antônio Carlos Vovô, o presidente do Olodum, João Jorge.




Como negro e militante de movimentos sociais, fico triste, igualmente a milhões de brasileiros que lutam por um país menos desigual e de mais inclusão social. Mas acredito que, apesar da perda de importante companheiro, o momento é de agradecer pelo legado que ele nos deixou.


*Ivan Alex Lima é membro do diretório estadual do PT-Bahia e da Direção Nacional da AE

(ivanalexba@hotmail.com)

AFRO-BLOG'S