quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Nota de repudio da UNE ao assassinato do estudante africano Toni Bernado.

O estudante africano Toni Bernardo da Silva, intercambista de Guiné-Bissau no curso de economia de Universidade Federal do Mato grosso, no dia 22 de setembro foi retirado à força do interior de uma pizzaria e espancado até a morte por dois policiais à paisana e um empresário, em Cuiabá. Os agressores alegam que o rapaz pedia dinheiro no interior do estabelecimento. O jovem seria pai no próximo mês.

O cenário bárbaro, onde um jovem negro é morto de forma injustificável, é também o panorama onde milhares de jovens são mortos em ações de controle, onde o racismo assume as prerrogativas do Estado. Segundo o Mapa da Violência de 2011, as mortes de jovens negros é proporcionalmente mais que o dobro (127%) a de jovens brancos.

A UNE repudia e combate as ações policiais que caracterizam a violência e o extermínio da juventude negra. São, crimes como este que roubam da juventude a dignidade e o direito à vida, interrompendo  caminhos que progressivamente têm sidos buscados e alçados.

A UNE está na luta no combate ao racismo para a construção de uma sociedade justa e igualitária onde a procura de um novo futuro não seja eliminada pela violência.

 

Cristian Ribas
Diretor de Combate ao Racismo da UNE

AFRO-BLOG'S